quinta-feira, julho 06, 2006

Galos

Já não os posso ver nem pintados!

domingo, julho 02, 2006

Milagres

O falso milagre
Dois argentinos, financeiramente impedidos de adquirir um bilhete para o jogo Argentina-México, decidiram artilhar-se com uma cadeira de rodas e obter assim uma entrada bem mais barata para o jogo da sua selecção. Já no prolongamento, e logo após um dos mais belos golos marcados em mundiais, um deles (curiosamente aquele que se encontrava sentado na cadeira de rodas) não se conteve e deu largas à sua alegria, saltando efusivamente.

O verdadeiro milagre
Sábado passado, o milagre repetiu-se. Um português, tecnicamente impedido de dar o seu melhor no clube que representa, decidiu artilhar-se com um par de luvas e rumar a Alemanha para representar o seu país. Contra os ingleses, já depois do prolongamento, não se conteve e deu largas à sua alegria, saltando efusivamente 3 vezes.

quinta-feira, junho 29, 2006

Yoshikatsu

quarta-feira, junho 28, 2006

A casa... como siempre (2)

Mesmo antes de jogarem não havia melhor que eles...


...e no final da 1ª jornada já tinham ganho o Mundial.


Previam uma final Espanha-Argentina...


...e depois de uma sofrível vitória, continuavam os melhores do mundo


Entretanto comparavam Fernando Torres com Maradona...


...e anteciparam uma goleada aos Árabes.


Num último fôlego, prognosticaram a despedida de Zidane...

... adivinharam-lhe os pensamentos...



... e no fim choraram. Como siempre.

Hasta la vista, baby.

Servem as linhas seguintes como resposta ao vários comentaristas, que tão fervorosamente aqui têm defendido o homem responsável pela maior e mais bem conseguida campanha de marketing da Nossa Senhora de Caravaggio (eu próprio, Prof. Nelo, já aderi à Santa, tamanha parece ser a protecção que confere aos seus devotos...é ver a carreira do dito senhor!!).

Não, não o Prof. Nelo não acha que o homem tenha feito um bom trabalho.
Apenas o mínimo exigível, tendo em conta todas as condicionantes extremamente favoráveis que Nossa Senhora de Caravaggio tem permitido reunir no caminho de Portugal.

Passo a explicar:
1) Definiu a sua Selecção quando cá chegou, já há quatro anos (será que não apareceram jogadores novos entretanto?), e apenas a alterou pontualmente e só em casos de lesões ou quando foram os próprios jogadores a abandonar. A sua convocatória para o Mundial foi uma vez mais de uma previsibilidade assustadora. Não existiu uma só novidade, como ainda repetiu todos os que têm lugar cativo, mesmo incluindo suplentes nos respectivos clubes, jogadores cuja forma desconhece e que não vê jogar há meses e até quem esteja parado há longo tempo. Isto é um bom trabalho de seleccionador?

2) Selecção de Portugal?? Parece apenas um grupo de amigos e nada mais.
Passo a transcrever da imprensa: "Quando anunciou, com seis meses de antecedência, que já sabia quem eram 20 dos 23 que iriam à Alemanha, Scolari passou uma dupla mensagem, claríssima: tanto fazia que aparecessem novos valores no mercado, porque ele não os iria buscar; e tanto fazia igualmente que os escolhidos estivessem em baixo de forma ou mesmo sem jogar, porque eles teriam sempre lugar cativo na sua equipe. Uma equipa assim não é uma equipa dos melhores, mas dos fiéis, e uma Selecção assim não é a Selecção de todos nós, mas a dos amigos do seleccionador."
Isto é um bom trabalho de seleccionador?

3) Agora a enganadora questão dos "resultados".

Scolari teve a sorte de não ter de disputar a qualificação para o Europeu e, poder passar dois anos a jogar a feijões. Foi perdendo todos os jogos com Selecções qualificadas e acumulando exibições e resultados catastróficos. E eis que começa o Europeu. Em casa. Com o país inteiro a apoiar. Bandeirinhas nas janelas e todo o folclore e mais algum. E até a Uefa a apoiar, se me faço entender. Perdeu o primeiro jogo do Europeu contra a Grécia e só nessa altura, criticado por tudo e todos, (e não apenas pelos portistas, como sempre se quer fazer crer), deu a mão à palmatória e pôs a jogar a defesa e o meio-campo do FC Porto, que tinham acabado de ser campeões da Europa e que só ele não achava que deviam ser titulares (lembrem-se que, em 2004, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Maniche e Deco eram suplentes na equipe de Scolari!). Jogo seguinte, tem a sorte (?) de, no jogo que decisivo contra a Rússia, o Ovchinikov ter sido mal expulso. Jogo seguinte, contra a Inglaterra , teve primeiro nova sorte(?) no lance do golo anulado aos ingleses e depois por fim a sorte dos penalties, sublinhada ainda pelo episódio melodramático que fez as delícias de todos, do Ricardo Galinha tirar as luvas para defender o penalti decisivo. E para terminar ainda teve a sorte de apanhar uma Selecção tão fraca como a grega na final (nem no Mundial está). Mesmo assim, não mostrou ter aprendido alguma coisa com a derrota no primeiro jogo, não evitando que a equipa cometesse os mesmos erros e volta a perder. Ou seja, perdeu um Europeu jogado em casa e com tudo a favor!! Depois disso teve a sorte de apanhar um grupo de qualificação para o Mundial à medida, em que era impossível não ser apurado. Mais sorte ainda agora, pois tivemos um grupo na Alemanha com uma Selecção acessível, como o México, e duas inacreditáveis, como o Irão e Angola, compostas por jogadores ao nível das 2.ª e 3.ª divisões portuguesas.
Depois na fase que agora todos tão carinhosamente chamam de mata-mata, quem nos poderia calhar senão a “toda-poderosa” Holanda, que em 10 jogos só nos ganhou 1 (terão sido todos estes jogos da era Scolari? Ou será que os treinadorzecos portugueses, como já aqui neste espaço foram chamados, é que foram construindo ao longo dos anos este score parcial verdadeiramente esclarecedor?)…E agora para cúmulo, quem senão a Inglaterra de quem o Prof. Nelo viu até agora todos os jogos e pode afirmar que tem talvez o pior conjunto de jogadores e o futebol mais desinteressante das últimas décadas. Estamos nas meias-finais (nao me enganei, meias finais é óbvio) e festejemos o facto…mas
isto é um bom trabalho de seleccionador?

4) Pelo meio vários episódios rocambulescos, a roçar o desrespeito pelos portugueses que o alimentam com 35 mil cts mensais, carro e casa:
- "Não vou ver os jogos ao Porto? É muito longe de Lisboa."
ou ainda
- "Voce achava bonito que eu andasse gastando o dinheiro da federação indo assistir aos jogos no Porto?"
- As negociatas com a selecção inglesa pouco antes de começar o mundial.
- O sem número de vezes que o podemos ver no Brasil de férias, a entregar prémios, em conferências, etc, etc, durante todo o ano.
- Momentos antes da final da taça Uefa ganha pelo Porto, quando questionado sobre se queria desejar boa sorte ao Porto para o jogo: "Desejar sorte ao Porto? Porquê? Então nesse caso também teria que desejar sorte ao Benfica e ao Sporting!" Pergunto: eles iam jogar também? Porque esta obsessão?
- "Ver os jogos do Chelsea ao vivo? Para quê, nem na televisão eu os vejo!"
- A deliciosa entrevista que deu há cerca de um ano ao Maisfutebol, explicando que so não pôs o Deco, o Maniche, o R.Carvalho e o P.Ferreira a jogar mais cedo do que dps da derrota com a Grécia no Europeu, para não dizerem que ele fazia o que os jornalistas queriam...pergunto...não acabou por fazer na mesma???
e por aqui fora, muitos mais que o Prof. Nelo não se lembra no momento..

Por tudo isto, e por muito mais, esse senhor não é, nem nunca será seleccionador do Portugal do Prof. Nelo.
Por tudo isto, e por muito mais, o Prof. Nelo pede aos Deuses encarecidamente que deportem esse senhor com urgência para algures bem longe daqui.

Abraço a todos os elementos da Bancada.

Prof. Nelo

terça-feira, junho 27, 2006

A casa... como siempre (1)

Já está!

Recebeu de peito, colou na relva, olhou os companheiros na intermediária contrária, não viu ninguém desmarcado, arrancou determinado, fintou meia equipa e disparou certeiro para o fundo das redes, para o post do dia.

Em reino de cegos, quem tem um olho é rei

Eu já sabia!
Bastava Portugal passar o primeiro jogo das eliminatórias e os defensores do Scolari, bem como os pobres de espírito que já foram contra ele, iriam logo saltar em sua defesa, vociferando injúrias contra os infiéis!
Até agora, o Scolari fez apenas o que qualquer treinador de bola minimamente bom faria com os jogadores que tem tido à disposição. Na equipa de Portugal, quase todos os jogadores, mesmo os suplentes, jogam, ou já jogaram, ao mais alto nível, nos campeonatos mais competitivos da Europa, entre os melhores jogadores do mundo. Muitos deles, são campeões europeus de clubes, vencedores da taça UEFA, campeões em Espanha, Inglaterra, França.
E o que é que o Scolari fez?
Chegou à final de um campeonato disputado “em casa” e perdeu com a Grécia. A Grécia, esse portento do futebol mundial! Praticamente com a mesma equipa e com mesmo treinador, logo a seguir falhou a qualificação para este Mundial!
Já ouvi dizer “Ai não sei quê mas o Scolari conseguiu e os outros não”. E o Humberto Coelho? Não chegou à meia-final do Euro 2000, exactamente com o mesmo número de vitórias que Portugal conseguiu até agora no mundial de todos os sonhos, até mais expressivas, e contra equipas Europeias, não contra equipas de África, Médio Oriente e América Central?
Agora o iluminado Scolari chegou aos quartos de final do mundial. Engraçado. A Ucrânia, apenas com dois jogadores a jogar nos tais “grandes” campeonatos e com um treinador com carreira feita na… Grécia, também acabou de lá chegar! Tenho a impressão que este treinador da Ucrânia facilmente chegaria a herói nacional dos ceguinhos. Só mais uma nota em relação à Ucrânia: Não sei mas gostava de saber quanto, dos impostos dos Ucranianos, irá para o salário do seleccionador. Certamente não tanto como vai dos Portugueses para o do Scolari. Mas o que é que isso interessa agora??? Bem vistas as coisas, a Ucrânia tem (muito) petróleo, gás natural e carvão. Portugal tem os Ucranianos a trabalhar cá. Ah mundo doido!!!
Tirem as bandeiras das janelas e dos carros e limpem a merda que têm nos olhos, ceguinhos!

segunda-feira, junho 26, 2006

O resto...

"Pior que isto só o Portugal Inglaterra do Euro." disse eu depois de ver a bola esbarrar no travessão que sustentavam as redes do Ricardo. Depois ganhámos, festejei e a adrenalina lá baixou.

- O espaço seguinte é patrocinado pela Super Bock -

Emborquei uma cervejola uma Abadia... muito boa, fresquinha! A minha mulher diz que vai bem com caracois. Eu não gosto de caracois. Fui para a cama, dormi.

Acordei a pensar no estupor do jogo... A lembrar-me de ver toda a gente a vociferar com o árbitro. E que merda de árbitro. É claro, óbvio e notório que o árbitro foi mau para os dois e estragou o espectáculo. Também é óbvio que a esmagadora maioria dos portugueses (pelo menos os que eu já ouvi hoje) estão convencidos que o árbitro nos prejudicou. Assim como a maioria dos holandeses estão convencidos do contrário.

E por muito que pense que o Costinha estava bebâdo, que o Figo se esticou, que o gajo que martelou o Cristiano devia ser posto nas quengas imediatamente, que o Meira esteve bem, que os putos holandeses são uns fiteiros, que o árbitro mostrou uma data de amarelos injustificados e deixou outros tantos justificadissimos por mostrar... Por muito que eu pense nisso... por muito que me esforce para conscientemente retirar alguma conclusão lógica, óbvia e objectiva... a última imagem é sempre a finta e o remate do Maniche e o que vai ficar para a história é que passámos aos quartos.

E o resto são lérias.

sexta-feira, junho 23, 2006

E lá vem o São João

Perdoem-me o mau feitio nesta altura do campeonato ( ou da falta dele ) e até este regresso inesperado. Afinal, ainda estou de férias, ainda estou a deixar de fumar, ainda não acabou o mundial e ainda não acabei o meu jogo.

Mas estou farto da Scolarada, fartinho... e aqui fica a definição de Scolarada para os mais desatentos: movimento de total reprovação de seja o que for que o Scolari esteja envolvido. É a mesma coisa que Fernando Santada, de que eu sofro... mas silenciosamente.

É que tudo serve!! Já ouvi esta semana a seguinte pérola: "Por causa desse senhor, seremos conhecidos como a única equipa que, no último Europeu, perdeu duas vezes com a Grécia!"

Oh meu cavalo!! Também fomos os únicos que jogámos duas vezes com a Grécia!! Mas o que está em todo o lado é que fomos vice-campeões europeus!! VICE-CAMPEÕES!!

Antes do jogo com Angola ouvi dois homens comentar que não tinha esperança nenhuma e que este jogo ía ser uma vergonha... "vamos perder com os escarumbinhas" dizia o gajo.

Oh meu gordo seboso racista da treta!! Ganhámos!! Gerimos, já está!!

E logo a seguir ouvi comentários do mesmo género sobre os "terroristas" de cavalgaduras da mesma envergaruda do gordo seboso. E lá foi o 2-0 e a melhor exibição da selecção... Logo era necessário mudar de discurso!! Agora, com uma selecção a sério ( adorei particularmente esta mudança de discurso porque, de repente, passamos a jogar com selecções a sério porque as outras eram a fingir ) é que este senhor ( o Scolari ) vai mostrar a porcaria de trabalho que anda a fazer.

E não é que mostrou mesmo? 3 jogos, 3 vitórias. Scolari é o mais vitorioso seleccionador de fases finais de mundiais com 10 vitórias consecutivas e raios me partam se eu não torço para que ele tenha 14!

Figo e Costinha a puxarem por Scolari... ouvi um tijolo com pernas dizer que era para terem lugar na equipa... "poupem-me" como está na moda dizer nos fórums.

Hoje é noite de São João. Resta-me perguntar a alguns que disseram e escreveram que a festa ía ser rija hoje por causa da queda de Portugal se vão ficar em casa, ou mudaram de discurso, para uma treta do género "A primeira fase era fácil, agora é que vai ser" ou "o brazuca teve sorte"

E se ganharmos à Holanda e forem cumpridos os objectivos? E se ganharmos tudo?! E se Portugal se encontrar com a Argentina na final, de longe a equipa com melhor futebol e ganhar? Que desculpa vão ter para alimentar essa Scolarada? Vão festejar? É o vosso país, pela primeira vez campeão do mundo... será que têm cara para sair à rua?

A desculpa final, se Scolari ajudar os nossos bravos jogadores a conquistar o mundial... não sei... admito que o meu QI não chega à estupidez natural da mesquinhez portuguesa.

Bom São João! Particularmente aos que torcem por Portugal! Peço desculpa por não desejar nada aos que torcem pela Argentina, Brasil ou outros países, mas não estou a par dos feriados que há por lá.